Joaquina Restaurant

O restaurante Joaquina conta com uma filial na Avenida Atlântica, no Leme. A cozinha é inspirada na época do Brasil Engenho e tem como personagem principal a escrava que dá nome ao local.

O cardápio oferece variedade de quitutes, como os Pastéis do Engenho, feitos de angu e recheados com couve com torresmo, carne seca com requeijão e umbigo de banana com carne moída e o Sonho de Aipim, com recheio de camarão com catupiry ou carne-seca com catupiry. Há também sugestões suculentas, como o Carré de Cordeiro ao Molho de Vinho do Porto, com risoto de limão siciliano. 
 
Para beber, a casa oferece chope, caipirinhas e drinques, além das cachaças de Minas Gerais (Diva, Pirapora e Áurea Custódio). 

 

Endereço: Av. Atlântica, 974 - Loja A - Copacabana, Rio de Janeiro - RJ 

Imagem Blog

Imagem Blog

Barraca da Chiquita - Copacabana

Redes enfeitam o teto do estabelecimento, fundado por Francisca Dias — ela vendia seus quitutes numa barraca nas redondezas, antes da criação do Centro de Tradições Nordestinas, em 2003. Hoje seus domínios se estendem à filial em Copacabana, de cardápio praticamente idêntico ao da matriz.

Comece pela porção de queijo de coalho com melado ou a casquinha de siri...

Pratos fartos aguardam o cliente na etapa seguinte. A costelinha de carneiro, guarnecida de aipim frito ou cozido e molho de ervas, serve tranquilamente três pessoas. Prato mais popular, a clássica picanha de carne de sol com baião de dois, levada à mesa com batata e aipim fritos, molho à campanha, farofa, queijo de coalho e linguiça, satisfaz até cinco comensais.

De Pernambuco vem a sobremesa: a cartola, reunião de queijo manteiga, banana, canela e melado.

 

Endereço: Rua Santa Clara, 33 - Copacabana - Rio de Janeiro - RJ 

Telefone: + 55 (21) 2548-9144 


Pavão Azul

Reduto tradicional, citado em crônica pelo jornalista e escritor Antônio Maria (1921-1964), o botequim chega em plena forma ao século XXI. Cresceu, para além da loja original, e ocupa pontos distintos no mesmo quarteirão, todos cheios a partir da happy hour.

A receita, por lá, inclui cerveja sempre gelada — cascos de Bohemia, Original e Serramalte e caprichados petiscos. Para beber, também há chope Brahma. O campeão de procura, entre os salgados, é a patanisca de bacalhau, bolinho com o peixe bem temperado, sem batata na receita. Na retaguarda, pastéis de camarão, carne, queijo ou queijo com tomate seco disputam as atenções com o bolinho de feijoada. Prato mais pedido, o farto risoto de camarão é servido todo dia e, nos fins de semana, ganha a concorrência do arroz de polvo.  

Aviso: o lugar só trabalha com cartão de débito 

Endereço: Rua Hilário de Gouveia, 71 - lojas A, B e C - Copacabana - Rio de Janeiro - RJ  

Telefone: + 55 (21) 2236-2381  

Imagem Blog